Pequeno manual da futura dona de casa

[print_link] | [email_link]

Outro dia, em uma de minhas andanças pela internet me deparei com uma coisa que eu achei que fosse mudar a minha vida: o Pequeno manual da futura dona de casa, publicado pelo Centro Nestlé de Economia Doméstica em agosto de 1962. Eu estava achando que seria o manual da dona-de-casa por excelência e que depois de adquiri-lo eu ia ter que fechar o blog, enfiar a viola no saco, voltar pra casa com o rabo entre as pernas, colocar um saco de pão na cabeça toda vez que fosse sair de casa pra poder aguentar a vergonha caso fosse reconhecida por alguém que leu o livro e o blog. Dramática eu, né? Quem conhece as minhas convicções religiosas entende de onde vem.

No fim das contas nem era assim a joia rara que eu achei que fosse ser, praticamente só tinha receitas com produtos da Nestlé, mas me rendeu muito boas risadas e uma certa nostalgia ortográfica.

Acontece que em meio às receitas existe um glossário de termos de cozinha, um capítulo dedicado às medidas que no nosso país não são padronizadas e outro dedicado à cautela na cozinha que serão explorados nesse blog e eventualmente tuitados (sigam-me os bons!). Não bastasse tudo isso, ainda há um capítulo com noções de dietética e outro sobre arrumação de mesa. Então, troque a sua sandália de salto por um par de havaianas, coloque seu avental, faça um coque, empunhe sua colher de pau e mãos à obra!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Sobre Ângela

Professora, mestranda e dona de casa. Ou seja, a pessoa que, na concepção dos outros, menos trabalha no mundo.

Comentários

  1. Adriana diz:

    Este é aquele com as figurinhas da dona de casa apressada?

  2. Ângela diz:

    Não, aquele é “A alegria de cozinhar”. Mas o manual tb tem figurinhas lindas!

Deixe o seu comentário

*

css.php