Decoração kitsch

[print_link] | [email_link]

Eu não sou muito ligada em decoração, muito menos em revista tipo Casa Cláudia, Casa Vogue, acho aquelas casas todas com um ar muito artiificial, muito arrumadas, tudo muito em harmonia. Sacumé? #todasmoranumcenário Primeiro que prateleira agora virou nicho, ninguém mais tem a boa e velha “partilêra” nas paredes de casa, a temdêmssia é ter nicho. E cheio de badulaquinho em cima; cardápio de restaurante, coleção de miniatura da torre Eifel, ou do Big Ben ou qualquer outra coisa desse tipo. Depois, que parece que se trocar uma almofada, tem que trocar a decoração e os móveis da sala inteira. É quase tão grave quanto eliminar um animal da cadeia alimentar; vai causar um desequilíbrio capaz de ser o responsável pelo aquecimento global e o degelo das calotas polares. Por fim, e na minha opinião o pior de tudo, são as estantes de cozinha sem porta, com tudo exposto. O pó que isso junta é uma coisa absurda, de chegar no cúmulo de ter que lavar um prato toda vez que este for ser usado, sem contar os mosquitos mortos que se acumulam no fundo dos copos.

Isso tudo me leva a refletir e chegar à conclusão de que eu devo viver numa dimensão paralela do Brasil, uma na qual a abolição da escravatura já aconteceu. Porque tem que ter uma empregada todo dia, com a exclusiva função de tirar pó da partilêra, pra dar conta de manter limpo esse monte de cacareco, louça e afins que ficam expostos. E vai pagar alguém pra fazer esse serviço?

Mas eu também tenho o meu ponto fraco e preciso admitir que gosto de trazer uns cacarecos quando vou viajar, alguma coisa que seja típica do lugar que visitei. E eu sei que todo mundo tem, pelo menos, um ítem de decoração bem kitsch em casa. Que atire a primeira miniatura de torre Eifel ou pinguim de geladeira, quem disser que não.

E já que é pra ser kitsch no último nível, trouxe de Portugal dois galinhos:

Um do tempo (aquele que avisa se vai ter sol ou chuva) e um de Barcelos, o símbolo de Portugal

E da Alemanha, já que fui pra München, cidade que fica muito próxima ao famoso castelo Neuschwanstein (aquele que aparece na capa de todo guia de viagem da Alemanha), um Schneekugel:

Alguém sabe como se fala Schneekugel em português? Os meus parentes alemães acham isso o cúmulo do cafona.

Já antevejo stress na hora de tirar o pó desses novos enfeites que ocupam minhas estantes de livros…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Sobre Ângela

Professora, mestranda e dona de casa. Ou seja, a pessoa que, na concepção dos outros, menos trabalha no mundo.

Comentários

  1. globo de neve?

  2. Luisa Socorro diz:

    Oi Angela! Concordo, estes novos estilos de decoração também não me agradam. Estou me mudando para a minha primeira casa própria e está bem difícil escolher a decoração, ainda mais quando se tem um namorado que gosta de coisas bem futuristas.. hehehe, mas estamos levando, cada um cedendo um pouquinho.. Adoro o blog, parabéns!!

  3. Ângela diz:

    Acho que deve ser isso mesmo, né? =)

  4. Ângela diz:

    Oi, Luisa!
    Que bom que gostou do blog!
    Escolher a decoração a dois é sempre uma tarefa mais complicada, né? O nosso gosto não necessariamente é o mesmo do namorado e aí precisamos abrir mão de certas coisas.
    Mas sabe o que eu mais acho engraçado dessa coisa toda de decoração? Quando falam em “estilo da casa”, eu acho que ela vai se montando aos poucos, com as coisas que vamos adquirindo ao longo do tempo e então ela vai ficando com o nosso estilo. O que me deixa desconfortável com isso é a ideia de que já temos que nos mudar para uma casa super decorada, aí fica tudo com cara de cenário hehehe
    Beijo!

  5. Oi Angela!!

    Concordo com vc, que essas casas de revista saõ sempre muito forçadas, queria ver alguém morar ali de verdade, sem ter empregada… Acho que a casa reflete seus moradores, e claro que todo mundo tem algum objeto kitsch, senão tb não teria graça nenhuma não é mesmo?!
    abs

  6. Na verdade, o que falta nessa decoração é um belíssimo pinguim de louça (igual ao meu!!) no topo da geladeira, jarra de abacaxi (essa não falta mais!)… e um lindo jogo de bandejas ilustradras com pavões dourados! (fiquei devendo…) Bjs!

  7. Ângela diz:

    Eu tenho pinguim de louça! E uma galinha d’Angola ao lado dele no topo da geladeira!
    Mas ainda espero pelas bandejas de pavões! =P Beijo!

Deixe o seu comentário

*

css.php