Marshmallow

[print_link] | [email_link]

Quem não ama que atire a primeira pedra! Se tem uma coisa boa na vida, essa coisa é marshmallow, se for derretido no fogo então… Me leva aos céus. Pois muito que bem, ano passado peguei uma receita do Forgotten Skills of Cooking e não gostei. Achei que o gosto da clara ficou muito pronunciado e meique tinha desistido do projeto já que não tinha encontrado nenhuma outra receita e estava um pouquinho traumatizada.

Acontece que outro dia comprei um livrinho lindo chamado Gifts from the kitchen que é cheio de sugestões para ofertar aos amigos. Achei uma idéia tão sensacional essa de um livro de gentilezas comestíveis que me animei novamente ao ver uma receita de marshmallows. Era parecida com a da Darina mas com mais ingredientes, que eu achei que seriam suficientes para mascarar o gosto de nuvem que a clara em neve em excesso deixa nas coisas. Como tenho me hospedado com uma certa frequência na casa de uma amiga que é cozinheira de mão cheia, tento levar uma comidinha gostosa toda semana e a dessa foram estes docinhos cor-de-rosa e brancos, tão lindos.

Para fazê-los você vai precisar de:

uma forma quadrada (eu usei uma de brownie)

óleo vegetal sem sabor pra untar (canola, girassol)

uma colher de sopa de açúcar de confeiteiro

uma colher de sopa de maizena

duas colheres de sopa de gelatina em pó sem sabor (eu usei dois pacotinhos, uns 28g)

duas xícaras de açúcar

duas colheres de sopa e meia de xarope de milho (Karo)

duas claras grandes

uma pitadinha de sal

uma colher de chá de extrato de baunilha

corante em pasta da cor que você quiser

Você vai começar untando a forma com o óleo, eu usei um pincel para simplificar a minha vida. Depois, combine o açúcar de confeiteiro com a maizena e peneire sobre a forma untada, deixe-a bem coberta para que o marshmallow não grude, pois “o que o marshmallow uniu, o homem não separa”.

Coloque a gelatina em um pote junto com seis colheres de sopa de água para hidratá-la e deixe descansando. Enquanto isso junte, em uma panela o açúcar, o Karo e uma xícara de chá de água e leve a fogo médio até que todo o açúcar tenha dissolvido. Então deixe a mistura ferver até atingir 120 graus num termômetro de doce. E agora o bicho pegou, né? Você não tem termômetro de doce e nem faz questão, tá certa, eu entendo. Essa temperatura equivale a ponto de bala duro que você testa ansim:

A calda de açúcar tá borbulhando, já que água ferve a 100 graus, ficando com uma cor âmbar, então é hora de jogar um tiquinho dela na água. Se endurecer, tá no ponto! Ói só:

Assim que os fiozinhos da calda caem na água, eles endurecem e você sabe que estão na temperatura desejada.

Não é fácil? E sem precisar de termômetro!

Quando a calda tiver atingido a temperatura desejada, junte a gelatina e mexa bem com um fouet, até que ela tenha sido totalmente dissolvida. Agora é hora de colocar as claras e a pitadinha de sal na batedeira e batê-las em neve. Quando estiverem bem durinhas incorpore a baunilha e a calda, despejando em fio. Deixe bater por uns 3 ou 4 minutos, até que, quando o batedor estiver levantado, o marshmallow caia e deixe uma trilha parecida com um laço.

Despeje metade da mistura na forma untada e coloque o corante na parte que ficou na tigela da batedeira, misture bem e despeje por cima da primeira metade. Deixe o marshmallow descansar por cerca de duas horas, até firmar bem, antes de desenformar. Corte os cubinhos com uma faca bem afiada e passe-os no resto da mistura de açúcar de confeiteiro com maizena antes de guardá-los, para que não grudem uns nos outros.

Ficam lindos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Sobre Ângela

Professora, mestranda e dona de casa. Ou seja, a pessoa que, na concepção dos outros, menos trabalha no mundo.

Deixe o seu comentário

*

css.php