Sorveteira

[print_link] | [email_link]

Outro dia conversava com uma amiga que acabou de comprar uma casa e só está esperando a construção terminar para se mudar, quando ela me perguntou:

– O que você acha que eu preciso ter na minha cozinha?

Papo vai, papo vem, pensei que seria oportuno falar mais um pouco sobre os utensílios que tenho na minha cozinha. Ao longo do tempo juntei uma boa quantidade de cacarecos e apetrechos que recheavam meus armários no apartamento onde morei por 8 anos. As primeiras coisas que tive foram herdadas da minha mãe e meu equipamento consistia em: duas panelas de teflon, duas colheres de pau, uma faca de chef completamente cega, um escorredor de macarrão, uma assadeira de alumínio e uns três potes de sorvete que serviam como tupperware. Com esse arsenal todo fiz muitos miojos, sopas de pacote, macarrão com molho de tomate pronto e pão de queijo congelado, sempre me achando super independente, adulta e madura, é claro. Pra quem almoçava no bandejão e não tinha chance de escolher o que comer, uma vez que o cardápio já estava feito, decidir sobre o sabor do temperinho do miojo do jantar era puro luxo.

Os anos foram se passando, eu fui me cansando dessas comidas prontas, buscando novos temperos e então foi natural que me interessasse mais por dominar todo o processo de aprontar a comida, sem cortar muitas etapas. Disso pra querer criar comida “do nada”, foi um pulo e é aí que entra a sorveteira. Em 2010 já estava dominando melhor o comando das panelas e achei que poderia alçar voos mais altos.

Se ela é indispensável? Na minha cozinha sim, mas imagino que na de alguém que não goste tanto de produzir do zero seja completamente desnecessária. Sem contar que ela ocupa um certo espaço e o balde precisa ser armazenado no freezer, na verdade não precisa mas é uma boa, já que você precisa dele completamente congelado para fazer sorvete e ele leva cerca de 24 horas para estar no ponto.

Em suma, vale muito a pena se você gosta tanto de produzir quanto gosta de tomar sorvete caseiro.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Sobre Ângela

Professora, mestranda e dona de casa. Ou seja, a pessoa que, na concepção dos outros, menos trabalha no mundo.

Comentários

  1. Obrigada pela dica! Eu estava pensando seriamente em comprar uma… Mas a informação do tamanho e o fato de ter que guardar o balde na geladeira me mostram que ainda não estou pronta para uma.
    O meu congelador (não é nem freezer) mal comporta um pote de 2l de sorvete… Não posso me dar ao luxo de colocar algo lá que more para sempre…
    Mas está na listinha de desejos para o futuro 😉
    abraços

  2. Ângela diz:

    Oi, Giselle!
    Que bom que te ajudei a se decidir. Eu adoro a minha sorveteira, mas preciso confessar que é necessário abrir um espaço na sua vida para a entrada dela, viu.
    Beijo!

Deixe o seu comentário

*

css.php