Esporte espetacular

[print_link] | [email_link]

jalapower

Há um tempinho uma amiga de São Paulo, que não gosta de cozinhar, me fez a seguinte proposta: ela aprenderia a fazer panna cotta se eu a acompanhasse numa prova de corrida, 5Km. Como eu já tinha um histórico – curto e meia-boca, verdade seja dita – de corrida, resolvi aceitar o desafio e me matriculei numa academia. Aliás, não só me matriculei como ainda arrumei um personal trainer pra me colocar na chibata e me fazer correr direitinho, que eu não sou de fazer coisa mal feita.

Mesmo com toda essa empolgação inicial eu não estava muito confiante de que essa empreitada duraria mais de um mês. Mas me enganei, ainda bem!, e agora já estou indo para o final do terceiro mês de corrida. Não é lá com toda a disciplina que eu gostaria de ter, nem todo dia, mas já é alguma coisa para alguém que era chamada de “molusca” pela mãe durante a adolescência porque nunca gostou muito de esportes – na verdade continuo não amando, se é pra ser sincera.

Nessas de correr agora no verão, me lembrei do isotônico caseiro que nos deram para recuperar as forças depois de uma longa e quente caminhada no Jalapão; o Jalapower! Eu não boto muita fé nesses isotônicos industrializados – muito corante, muito sódio, muito açúcar, muita coisa que a gente não precisa e mais uns poucos sais minerais – por isso mesmo gostei da opção caseira e fácil de fazer.

Para fazê-lo você vai precisar de:

500ml de água;

1 colher de sopa de açúcar;

1/2 colher de chá de sal;

umas gotinhas de limão;

suco de caju a gosto.

Misture tudo bem misturadinho e pronto! Eu gosto de deixar na geladeira de uma noite pra outra, pra estar bem geladinho na hora da corrida.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Sobre Ângela

Professora, mestranda e dona de casa. Ou seja, a pessoa que, na concepção dos outros, menos trabalha no mundo.

Comentários

  1. Duas coisas:

    1 – a primeira corrida que faremos juntas será dia 24, a Corrida da Paz. Mais apropriado que isto, impossível.
    2 – nota mental para todo o sempre: nunca apostar com (ou contra) você!

    Keep running, por que Keep walking é para os fracos.

    Ah, a primeira panacota a gente não esquece. Devo a segunda.

  2. A receitinha parece boa! O ruim mesmo é ter que correr!
    Não consigo de jeito algum!

    Blog Dona Ingrid

  3. Ângela diz:

    Oi, Ingrid!
    Sabe que eu peguei muito gosto pela corrida desde que comecei?
    Bjs!

Deixe o seu comentário

*

css.php