Mudanças

[print_link] | [email_link]

Estou com uma certa vergonha de começar a escrever esse post, só hoje que me dei conta que há DEZ meses eu não atualizo o Manual. Acho que nunca deixei o blog abandonado por tanto tempo, mas acontece que a vida foi me levando pra outros caminhos e eu acabava nunca tendo assunto, ou mesmo vontade, para vir compartilhar com vocês.

Em junho de 2012, depois do fim de um relacionamento bem tenso, me vi sem alternativas para continuar com a minha vida em São Paulo e voltei para a casa da minha mãe em Campinas. Não foi uma decisão difícil de ser tomada, mas isso não significa que tenha sido fácil de ser seguida; quem já saiu da casa dos pais e precisou voltar, sabe muito bem do que eu estou falando. Por mais que eu adore a minha mãe e nós tenhamos um bom relacionamento, me readaptar à vida com ela não foi bolinho. A gente cria nossas próprias rotinas e acentua alguns hábitos que são dificílimos de serem quebrados quando temos nossas próprias casas, comigo não foi diferente.

Desde que voltei a Campinas passei a cozinhar muito menos e também a me interessar menos por questões domésticas. Não porque eu tenha virado “filhinha da mamãe” outra vez – do tipo que espera que as roupas apareçam magicamente dobradas dentro do armário depois de serem jogadas no chão do banheiro – mas porque eu não estava dividindo a casa com uma amiga, de igual para igual. Eu estava voltando à casa da minha mãe e casa da mãe a gente respeita, não tenta incorporar mudanças. Então eu estava naquele limbo de uma casa que é minha mas não é, na qual eu não tinha liberdade para fazer as coisas da maneira que eu queria e isso foi me distanciando mais e mais do Manual da Dona de Casa. Afinal de contas, agora eu era a filha da dona da casa e não mais a dona.

Foi então que em janeiro desse ano, um pouco depois do último post que publiquei por aqui, eu tomei uma decisão que estava ensaiando há muito tempo e comprei uma passagem só de ida para a Tailândia. Cheguei à Terra dos Sorrisos (acho a coisa mais linda do mundo a Tailândia se chamar de Land of Smiles) no fim de julho e não sei bem quanto tempo ainda fico por aqui, o que é um pensamento que muito me agrada. Desde então estou trabalhando em uma escola de mergulho e blogando sobre a vida em Koh Phi Phi e viagens em um novo endereço. É possível que eu volte a blogar por aqui no futuro, mas por enquanto espero uma visita de vocês na minha casa nova, da qual estou cuidando com tanto carinho quanto sempre cuidei do Manual!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Sobre Ângela

Professora, mestranda e dona de casa. Ou seja, a pessoa que, na concepção dos outros, menos trabalha no mundo.

Deixe o seu comentário

*

css.php