A dança das cadeiras – Parte I, de como me encorajei

[print_link] | [email_link]

Hoje começa a primeira saga do Manual da dona-de-casa: a troca do tecido das cadeiras da sala de jantar (Que sala de jantar em 55m2, Ângela? Volta pro corpo!).

A coisa mais nova na minha casa é o Hachi, praticamente tudo que tem aqui foi herdado ou já foi usado por alguém: o armário da sala, a mesa e as cadeiras eram da casa dos meus pais quando eles casaram, o fogão e o microondas eram da minha mãe, a geladeira e a máquina de lavar eu comprei da minha amiga Bia quando ela mudou pro Chile, a máquina de costura (uma Singer pretinha maravilhosa) era da minha bisavó… O que é realmente novo aqui são o sofá e a mesa do computador, mas eu adoro a minha casa e a minha mobília cheias de história pra contar!

Assim sendo, o tecido que reveste o assento das cadeiras já está aí tem uns 10 anos e a espuma já está quase completamente plana, o que deixa as cadeiras bastante desconfortáveis.

Dá pra ver a espuma "vazando" pro lado e como está plana no assento.

O tecido atual: desbotado e manchado.

Já fazia tempo que eu queria trocar o tecido das cadeiras de casa, mas nunca me decidia a fazer isso, ia sempre postergando, postergando… Até que eu arrumei uma aluna arquiteta e decoradora chiquérrima, cheia de bom gosto e comecei a ficar com vergonha das minhas cadeiras quando saía do escritório dela e chegava em casa. Pedi o telefone de um tapeceiro pra ela, liguei hoje pro moço e amanhã ele vem aqui em casa fazer um orçamento e, se tudo der certo, já levá-las embora.

Amanhã tem mais!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Sobre Ângela

Professora, mestranda e dona de casa. Ou seja, a pessoa que, na concepção dos outros, menos trabalha no mundo.

Deixe o seu comentário

*

css.php