Afinal de contas, o que é comida casher? Parte II

[print_link] | [email_link]

Achei melhor dividir o post em duas partes para não ficar muito cansativo, já que “cashrut” é um tema bem extenso. Na primeira parte falei sobre quais animais são casher e quais não são e sobre o abate deles. Pois bem, hoje falo sobre três tipo de comida casher:

– Flêishik ou bassari que são comidas feitas com carne ou a carne propriamente dita, de aves ou mamíferos;

– Milchik ou halavi que são comidas feitas com leite ou derivados e

– Parve que são alimentos neutros como frutas, verduras, legumes, farinhas e peixes, ovos.

A razão desta tripartição é muito simples, há um versículo da Torá que diz que o cabritinho não deve ser cozinhado no leite de sua mãe. Teoricamente, a única restrição que haveria aí seria a de cozinhar o cabritinho no leite da mãe e ponto, mas os rabinos foram mais além e resolveram restringir a mistura de leite e seus derivados a qualquer animal terrestre, não só os mamíferos. Portanto, cheeseburger não é casher, strgonoff também não e assim sendo não devem ser consumidas por quem segue as leis da cashrut, o que não é o meu caso.

Entre uma refeição halavi e uma refeição bassari deve haver um intervalo de duas horas para a digestão. Já entre uma refeição bassari e uma halavi são necessárias três horas pelo fato da digestão da carne ser mais lenta.

E a comida parve? Ela pode se comida tanto com comida halavi quanto com comida bassari. É considerada neutra e esse termo é usado, inclusive, para descrever pessoas que “não fedem nem cheiram”.

Espero ter esclarecido um pouco o que é comida casher.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Sobre Ângela

Professora, mestranda e dona de casa. Ou seja, a pessoa que, na concepção dos outros, menos trabalha no mundo.

Comentários

  1. Bruno Mendes diz:

    Muito interessante isso, Ângela. Li as duas partes do post, e apesar de já ter alguma noção dessas tradições, o que eu sabia não era nem metade da história. Não sabia do intervalo de digestão, por exemplo.
    Você segue alguma coisa disso? Porque eu bem me lembro de você se esbaldando no pastel de camarão do Mercadão 😉
    Bjão!

  2. Ângela diz:

    Hahahaha não sigo não, adoro me acabar no pastel de camarão! =)

Deixe o seu comentário

*

css.php