Um almocinho rapidão

[print_link] | [email_link]

Ontem estava meio atrasada pra aula da faculdade, sem saber o que queria comer e nem ter muita ideia do que tinha na geladeira. Aí abri a bichinha, olhei olhei olhei, achei uns cogumelos, uma cenoura, um queijo de cabrae um maço de manjericão. Aí me lembrei da matéria-prima da gororoba e lá fui eu preparar um couscous marroquino com o que havia na geladeira. Para fazer esta receita que rendeu uma porção pra mim você vai precisar de:

– uma colher de sopa de azeite;

– meia xícara de cogumelos paris fatiados;

– meia cenoura cortada em rodelas;

– 1/6 de xícara de queijo de cabra picado em cubinhos (essa medida foi totalmente aleatória na hora em piquei o queijo, mas acho que ese 1/6 de xícara seria o equivalente aos poucos cubinhos que usei, ok?);

– 1/3 de xícara de couscous marroquino;

– 1/3 de xícara de água;

– duas colheres de chá de manteiga;

– 3 nozes

– folhas de manjericão ( eu usei as folhas de uns 4 galhos).

Primeiro você moe as nozes num pilão (que é a parte mais divertida da receita), junta um pouco de azeite, as folhas de manjericão e soca tudo até virar uma papa verde. Está pronto seu molho pesto! Reserve.

Em uma panela aqueça a colher de sopa de azeite e junte os cogumelos e a cenoura, mexa bem em fogo médio até que os cogumelos estejam bem douradinhos.  Reserve.

Como eu faço tudo que posso para ter o mínimo de louça para lavar, eu coloquei os cogumelos e a cenoura já no prato em que eu iria usar no almoço e usei a mesma panela para fazer o couscous. Então, junte o couscous e a água e deixe ele hidratar – este processo deve demorar uns dois minutos no máximo. Quando tiver hidratado, coloque a manteiga, que é responsável por deixá-lo úmido e fofinho. Volte os cogumelos e a cenoura para a panela, acrescente o queijo de cabra e o molho pesto, misture bem e tá pronto pra servir.

Ói só que beleza de almoço:

Além de bonito e bem apresentável, estava uma delícia!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Sobre Ângela

Professora, mestranda e dona de casa. Ou seja, a pessoa que, na concepção dos outros, menos trabalha no mundo.

Comentários

  1. Você tem muita imaginação, eu jamais poderia cozinhar algo assim!
    Volte sempre lá no blog!
    Bj
    Adri

  2. Amiga, vc tá inventando moda hein =) E esse negócio de economizar louça pra lavar, além de dar menos trabalho, é uma atitude “verde”, ou “eco-consciente”, e se faz bem pro planeta e pra gente, quem é que pode reclamar hein? hein? hein?

    Tu tá sumidinha, tá trabalhando muito é?

  3. Eu jamais teria criatividade para fazer um prato desses. Confesso que nessa fase de mudanças e correria, estams adeptos a comidinhas prontas e rapidas. Não vejo a hora de fazer uma comidinha com meu tempero… nham nham nham…

    Bjos

  4. Ângela diz:

    Então, não é bem criatividade… Foi mais um “junta tudo que tem na geladeira” mesmo. No fim das contas saiu uma comida bem gostosa que eu pretendo repetir em casa!

    Boa sorte na mudança!

  5. Ângela diz:

    Oi Ju!
    Trabalhando não, né? Que eu só dou aula. Mas estou dando bastante aula sim, graças a D’us!
    Pelo menos tenho conseguido postar algumas coisas no blog =)

Deixe o seu comentário

*

css.php